Ler

Como os filhos são todos diferentes, existe um lado da maternidade constante que é a surpresa, o deslumbramento (e, às vezes, também, o desapontamento).

Com a Maria, quando demos por ela juntava letras e sabia ler e escrever, praticamente apenas a perguntar aqui e ali como soavam as letras juntas.

Com a Marta, existe uma grande vontade de aprender e uma evolução que tem todos os dias a nossa assistência, até porque ela pede para ler sempre um versículo no culto da noite. Na semana passada, em visita de estudo com a escola à Biblioteca de Sintra, conseguiu ler sozinha até meio de um livro!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.