Advento, dia 15

De todas as promessas que leio na Bíblia, a promessa de que tudo será restaurado é talvez a que mais me maravilha e também a que tenho mais dificuldade em entender. Só conheço este mundo de agora, que tanto me parece lindíssimo, como cheio de fragilidades. Como será um mundo completamente novo e sem doenças ou devastação? Sem dor, sem morte, sem perdas?

A ideia deixa-me deslumbrada, mas a minha imaginação não chega lá. Parece-me mais um sonho por concretizar do que uma realidade futura. Mas sempre que caio nestes momentos, em que fico tonta com a ideia de eternidade, em que não consigo ver como será a perfeição, recordo a minha pequenez perante a grandiosidade do que me é descrito na Bíblia, e recolho-me ao meu lugar: de pessoa limitada e imperfeita.

Quando me detenho na ideia de um futuro que me parece tão distante, penso em todas as coisas que já foram restauradas na minha própria vida e no que é o processo de santificação. Quando reconheço isto em mim e nos que me rodeiam, a minha esperança aumenta acerca do futuro. Pode haver restauração para outros já, e podemos fazer parte desse trabalho.

Pedro, acerca deste assunto, escreveu assim:

“Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;
no qual os céus passarão com grande estrondo,
e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra,
e as obras que nela há, se queimarão.
Havendo, pois, de perecer todas estas coisas,
que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,
Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus,
em que os céus, em fogo se desfarão,
e os elementos, ardendo, se fundirão?” 2 Pedro 3:10-12 
Se Deus me pôde restaurar a mim, e continua a restaurar-me diariamente,  não há limites para o que ainda vai fazer noutros. Hoje, quando leio sobre a nova criação, tento mudar a minha ideia do que não consigo imaginar, mas a certeza de que Deus pode restaurar o que ele entender, quando entender.
Então, se hoje eu duvido se este mundo tem uma cura, ou se há relacionamentos que podem ser reconciliados, ou doenças que podem desaparecer, olho para as verdades das Escrituras, lembro o que Deus já fez em mim e a promessa: “Eis que faço novas todas as coisas.” – Apocalipse 21:5

Não foi para isso mesmo que Jesus veio um dia?

Eis que faço novas todas as coisas

Apocalipse 21:5

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.