Introdução ao estudo do livro de Juízes



O livro de Juízes não é o livro mais reconfortante da Bíblia. Fujo dele sempre que posso – quase sempre. Se o livro de Juízes fosse um filme, estaria classificado como um thriller, ou então puro horror.

É composto por 21 capítulos cujos ingredientes são a decepção, a opressão, a idolatria, o assassinato, violação, e apostasia, isto só para mencionar alguns. Os heróis, aqueles que esperaríamos que fossem as figuras modelo, não se comportam da maneira que idealizámos.

Sabemos que a Bíblia é inspirada e proveitosa, e quero acreditar que o livro de Juízes pode ser especialmente proveitoso para nós, hoje. Para mim, aqui em Lisboa. Como? Lembram-se do livro de Josué? O livro termina com a tomada de posse das terras, de uma maneira quase gloriosa. O livro de Juízes começa com o fracasso dos israelitas em tomar posse de algumas dessas terras, fazendo o povo viver no meio de uma cultura pagã, por causa da desobediência. E é aí que eu me encontro hoje, e qualquer cristão se encontra hoje: a viver numa cultura pagã. E um dos problemas é que estamos demasiado encaixados neste paganismo, também por causa da nossa desobediência, de todo um passado cheio de erros na forma de viver e ensinar.

No geral, Juízes é um conto sombrio, por que é que este livro se encontra na Bíblia?
Porque mostra a a depravação humana, a fraqueza da nossa natureza e a necessidade de um verdadeiro rei e salvador. Os seres humanos não podem salvar-se sozinhos; eles precisam de um salvador.

Quem escreveu?

Não sabemos quem o escreveu mas terá sido alguém ligado à casa de David.
É composto por várias tradições orais  – acredita-se que o cântico de Débora é um dos poemas mais antigos que do Antigo Testamento, e que foi incorporado nesta mescla de histórias, que não estão necessariamente organizadas por ordem cronológica; temos até histórias que se sobrepõem, como Sansão com Samuel.
Quando foi escrito?
O livro abarca a história entre a morte de Josué e o começo da monarquia em Israel (1400 – 1050 AC – 300 anos). Talvez tenha sido escrito entre 1010 e 1003 AC. Foi escrito há mais ou menos 3000 anos!
Para quem foi escrito?
Para a nação de Israel e com o objectivo de validar a monarquia da linhagem de David, e para nós, que vivemos deste lado da morte de Cristo, serve para validar a monarquia do próprio Cristo. 

Quais os temas centrais?

A ideia da necessidade de um rei. O povo acabou de chegar a Canaã e tomou posse mas não ocupou a terra.. Esta fase em que estão a afastar os povos – ou não, não há um governo civil que tenha sido estabelecido. Como é que eles vão governar? Esse é um dos temas.

A fidelidade de Deus é uma constante ao longo do livro.

A relação causa e efeito entre obediência e desobediência. 
Em que género literário foi escrito?
O estilo é uma narrativa histórica, mas também é um livro profético. Quando lemos esta narrativa, devemos ter em consideração que no Oriente a história era usada como propaganda. De forma a favorecer o líder. A forma como esta narrativa é escrita vai contra a cultura da época porque a nação de Israel sai bastante prejudicada. Também por  isso vemos como é inspirada por Deus. Em nenhum momento os homens saem bem na sua desobediência. 
A forma como os factos nos são dados é para nos transmitir uma mensagem sobre Deus. Não vamos assumir que só porque o escritor não demonstra repulsa nos factos que está a relatar, que não devemos sentir repulsa por episódios mesmo muito maus. Não podemos assumir que a ausência de emoções na descrição que significa que a Bíblia apoia este tipo de acontecimentos. 
Estou a começar Juízes e sei que não acaba bem. Vou ler com estas coisas em mente e com a noção de que não vou perceber muita coisa. Mas vou ler, porque a Palavra de Deus é para ser lida, digerida e absorvida. Quem está comigo?
Esta foto foi tirada em Novembro de 2016, no Vaticano, em Roma. 
Ilustra o episódio de Jael e Sísera. – Juízes 4. Lá chegarei!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.