Aprender a cozinhar

Apesar de ser defensora de alimentação saudável e o mais simples possível, não sou nada daquelas pessoas que acham que é melhor fazer tudo de raiz porque é melhor. Acho que há coisas que não compensam o trabalho, e que se podem comprar a preço muito acessível e com qualidade.

Na casa dos Cavacos, em Portugal, temos pão de todas as formas e feitios a 30 segundos a pé do nosso prédio, portanto fazer pão nunca foi uma coisa que me assistiu ( fiz uma ou duas vezes e confirmei que não era um plano a continuar).

Aqui, não há pão de jeito (panrico não é pão, certo?) e resolvi colocar em marcha uma das minhas grandes falhas: adiar o ensino na cozinha aos meus miúdos (que, shame on me, estavam sempre a pedir!). Adiei porque dá trabalho e o tempo que passo na cozinha não me dá propriamente prazer (comer, sim). E quando não temos prazer no que fazemos, ensinar é ainda mais difícil. Mas pronto. Tem sido um processo, estamos lentamente a recuperar desta falha.

As miúdas foram a casa da tia Marta ver como ela faz o pão, agora temos pão quase diário, e a cada dia da semana um dos filhos ajuda-me no almoço.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.