Passeios higiénicos

Geralmente as nossas caminhadas fazem-se aqui pelo bairro, mas ontem – enquanto os rapazes saíam de skate – precisei de ir ver o mar. Tive de combater o sentimento de culpa como se estivesse a transgredir a lei por caminhar 15 minutos para ver este azul. Esta placa abaixo deu um contributo, mas ver a natureza no seu esplendor, o mar, o céu, oiço Deus a dizer: ” Tu não sabes o que aí vem nem controlas nada, mas eu mando nisto tudo. Sossega, eu não estou confinado.”