Graça imerecida

“Bem, por 2,99€, se não der em nada também não se perde muito” – foi assim a lógica de compra deste tomateiro. Com o passar das semanas, foquei-me mais em não deixar morrer as plantas que trouxe do jardim da minha mãe, agora que não temos gata para as assassinar. Liguei zero aos futuros tomates, e nem sequer alberguei nos miúdos a esperança de verem acontecer alguma coisa. Mas nasceram tomates, cheirosos e saborosos. Tomates que me limitei a regar, numa total descrença.
Isto ilustra mesmo bem a vida com Deus e a forma como nos comportamos tantas vezes. Nós não acreditamos, nós fazemos o mínimo – e às vezes, fazemos nada – e mesmo assim, Deus cuida e esbanja amor. Graça imerecida, não tem outro nome.