Ser transportada

A liberdade de não precisar de usar carro, ir pelo caminho a ver o mar, ou a ler, a ser conduzida sem mais preocupações. Isto pode parecer banal, mas tornou-se algo precioso depois de 5 meses do lado de lá do Oceano, onde tudo acontecia de carro, onde não havia comboio ou metro (nem mar!) e nada se fazia a caminhar.