Uma conversinha com o meu marido

Conversar com ele há 22 anos tem tido muitas nuances e muito crescimento. É a minha companhia preferida para conversar enquanto caminhamos e também para ficar em silêncio (não há nada mais confortável que poder estar em silêncio com alguém, sem sentido nenhum de dívida).

Falámos de exposição de redes sociais, intimidade, educação de filhos, vida na América e também de 2019, o ano em que conversar era muitas vezes difícil. Não sei o que passará para os ouvintes deste podcast, espero que dê para perceber que esta nossa caminhada tem sido feita de muito crescimento e confiança. Uns dizem que o amor é tudo. Também. Mas definiria confiança como a base deste amor que Deus nos dá a cada dia. Quando confiamos em alguém, podemos permanecer, ficar, desfrutar e continuar. É o que eu tenho feito, e planeio continuar a fazer.