Coisas da internet.

Quando chegámos do sabático, soube que havia um casal recém-chegado a Portugal que estava a frequentar a Lapa, vindo do Brasil, por referência de internet de outra pessoa, pessoa essa que eu sabia que existia mas com quem nunca tinha falado. Confesso que estes meandros da internet ainda me surpreendem. A pandemia adiou estes encontros todos, e se há coisa que me faz permanecer neste mundo é a possibilidade de ser igreja de forma concreta e presencial com quem estava longe e distante.