Ritmos

Quando os filhos eram pequenos, importava sair relativamente cedo para a praia (sendo que na nossa casa nunca houve madrugadores, por isso cedo seria pouco depois das 9h), para depois chegar e dar-lhes o almoço para dormirem a sesta. Era habitual, ao regresso da praia adormecerem às nossas cavalitas e irem directamente para a cama, ainda com alguma areia por tirar.

Agora, continuamos a ser todos bons dorminhocos mas já não há sestas para fazer. Eles acordam mais tarde que nós, o que nos levou a sair todos os dias, pela manhã, para uma caminhada, ida ao mercado e à padaria.

São novos ritmos e também são bons.